Mais Alto

Mais alto, sim! mais alto, mais além
Do sonho, onde morar a dor da vida,
Até sair de mim! Ser a Perdida,
A que se não encontra! Aquela a quem

O mundo nao conhece por Alguém!
Ser orgulho, ser águia na subida,
Até chegar a ser, entontecida,
Aquela que sonhou o meu desdém!

Mais alto, sim! Mais alto! A Intangível
Turris Ebúrnea erguida nos espaços,
A rutilante luz dum impossível!

Mais alto, sim! Mais alto! Onde couber
O mal da vida dentro dos meus braços,
Dos meus divinos braços de Mulher!

Florbela Espanca

4 comentários:

Maria Bettencourt Lemos disse...

Olá Estrela,
Espero que o seu dia tenha sido especial e que todos os dias tb o sejam!
Um abraço para si,
Maria Lemos

SANDRA RIBEIRO disse...

Olá amiga....
muito agradecida pelo carinho!!!
♥♥ Passei somente ♥♥
♥♥♥ Para dizer que ♥♥♥
♥♥♥♥ Longe ou perto ♥♥♥♥
♥♥♥♥♥ Alegre ou triste ♥♥♥♥♥
♥♥♥♥♥♥ Nunca esqueço ♥♥♥♥♥♥
♥♥♥♥♥♥♥ que você existe!!!! ♥♥♥♥♥♥♥
bjokas

Sandra Vieira disse...

Passei para deixar um abraço e desejar-te um bom fim de semana.
Sandra Vieira

Tartuga disse...

Estrelinha... tenho uma surpresa no meu blog!!

Enviar um comentário